Como tirar a sua primeira habilitação: passo-a-passo7 minutos de leitura

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Índice do conteúdo:

Pensando em tirar todas as suas dúvidas relacionadas a carteira nacional de habilitação, preparamos um post completo com todas as perguntas e respostas sobre como tirar a sua primeira habilitação.

Ter um carro nos dias atuais não é mais apenas uma questão de luxo e conforto, mas tornou-se essencial principalmente devido a maneira acelerada de como as grandes cidades expandem-se.

Devido a falta de emprego no mercado, e a vontade de atuar na área em que se formaram e qualificaram, muitas pessoas veem-se obrigadas a trabalhar em cidades vizinhas. E muitas vezes não é viável a utilização de transporte público seja pela questão econômica ou por horários incompatíveis. Para este problema a CNH pode ser a solução.

Como tirar a primeira habilitação
Sem carteira de habilitação não é possível dirigir veículos. Foto: Pixabay

E antes de conferir tudo sobre como tirar a primeira habilitação, veja também como conseguir tirar habilitação de graça (CNH Social) no Detran.

Perguntas Frequentes

Com quantos anos posso tirar minha primeira habilitação?

Pode se iniciar o curso em um CFC (centro de formação de condutores – também conhecido como auto-escola) a partir dos 18 (dezoito) anos de idade, assim que for aprovado no exame psicológico e no exame médico.

Como tirar a primeira habilitação?

O titular da carteira de motorista ou CNH (carteira nacional de habilitação) deve apresentar-se no CFC de sua cidade ou da cidade mais próxima, onde é feito o reconhecimento do aluno, então são realizados os testes de aptidão física e de aptidão mental, caso houver aprovação em ambos, o candidato a habilitação pode iniciar o curso, se for alfabetizado.

Por quais processos devo passar para estar habilitado?

Após ter se submetido ao exame psicotécnico, o candidato prossegue para o próximo passo para a obtenção da CNH, que é a realização da aula teórica. O curso teórico tem uma duração de 45 (quarenta e cinco) horas de aula. Devido os transtornos gerados pela pandemia da Covid-19 ou o novo Corona Vírus, as aulas podem agora ser realizadas através da plataforma digital denominada “Zoom”, adotada pelo DETRAN.

A plataforma tem uma interface rápida, clara, simples e muito didática, possibilitando não somente que o professor seja visto enquanto fala, mas que também possa dividir sua tela com os alunos. Desta maneira possui a mesma finalidade de um projetor de slides, podendo ainda exibir vídeos e imagens diretamente na tela dos alunos que estão assistindo a aula.

Somente podem ingressar na sala de vídeo os alunos que forem aceitos na sala pelo host, ou seja, o criador da sala que é o professor. Este mecanismo serve para barrar a entrada de pessoas indesejadas e sem vínculo nenhum com a aula. No entanto, para ter acesso a aula é necessário um notebook ou smartphone com acesso a internet. Infelizmente quem não possui um dos itens citados, fica impossibilitado de acompanhar as aulas neste novo formato temporário.

No curso teórico, é explicado de maneira mais detalhada o funcionamento do veículo, legislação tanto em nível municipal, estadual ou nacional, significado das placas e as faixas e indicações que estão no pavimento da via (sinalização viária vertical e horizontal) que podem ser de regulamentação, de advertência ou de indicação. Ainda no curso teórico é repassado aos alunos uma completa recomendação de direção defensiva, meio ambiente e convívio social. Primeiros socorros em acidentes é outro conteúdo que é ensinado aos candidatos a habilitação, mas a recomendação é apenas checar pulsação e as vias aéreas sem tocar na vítima.
Após a conclusão do curso é então realizado o exame teórico, composto de 30 (trinta) questões diversificadas sobre os conteúdos que foram estudados. Dentre as trinta questões é necessário que o aluno acerte cerca de 70% (setenta por cento), ou seja, vinte e uma das trinta questões para ser aprovado e avançar.

Simulador eu preciso fazer?

O próximo passo é o principal gerador de inquietação e revolta entre os alunos dos CFCs, é o simulador. Dentre os 26 estados e mais o Distrito Federal, o simulador é obrigatório apenas no estado do Rio Grande do Sul. Para a realização do simulador não é necessário que o aluno já tenha o resultado do exame teórico que leva entre 7 e 14 dias para ser revelado, então logo após o termino do curso teórico o simulador pode ser iniciado. Vale salientar que não ocorre reprovação no simulador, mesmo que o aluno não atinja nenhum dos objetivos pré-estipulados no programa.

São cinco aulas, onde tem-se uma ilustração gráfica completa do funcionamento do veículo, com mídia interativa, mostrando o que acontece após a troca de cada marcha, ao pisar no freio, acelerar, utilizar o freio estacionário, acender faróis, entre outros. Também ocorre uma iniciação sobre locomoção com o veículo, em exercícios onde se dirige o carro em rodovias, avenidas, centros urbanos e também a saída do carro em rampas, e estacionamento oblíquo, paralelo, de frente e ré. O simulador cria situações de tempestade que em muitos casos não ocorrem durante as aulas práticas.

Quando começo as aulas práticas?

As aulas práticas podem começar a ser realizadas a partir da divulgação da aprovação do aluno mediante o pagamento do valor equivalente ao curso prático mais o exame prático. O curso prático é dividido em vinte aulas de quarenta e cinco minutos, mediante escolha de carro ou do instrutor previamente.

Na primeira Aula apenas o instrutor da aula prática irá dirigir o veículo explicando o funcionamento básico do veículo e como se portar em cruzamentos, esquinas, vias arteriais ensinando o posicionamento correto do veículo e a correta frenagem e cambiagem durante a aceleração ou desaceleração. De maneira a dar mais tranquilidade ao aluno quando este for assumir a direção do veículo.

No decorrer das aulas práticas, os desafios vão aumentando o seu grau de dificuldade gradualmente. Ao realizar a travessia em centros com maior fluxo de pessoas, onde se deve redobrar a atenção e o cuidado, circulação em torno das rótulas, a realização da partida em rampa. Onde não se deve deixar apagar o carro ou deixar que o veículo deslize para trás, indo em direção a descida. Deve-se partir com o carro sem cometer falhas e sem ocorrer uma alta rotação do motor, o que pode causar danos ao veículo.
Por último, ocorre o treinamento do aluno nas famosas balizas, onde o aluno deve estacionar dentro de uma área demarcada, desligar o veículo, acionar o freio estacionário. E sair novamente ao fluxo de trânsito dentro de um curto período de tempo.

Quais são os exames para tirar a carteira de motorista?

Os primeiros exames realizados são o exame psicológico, e o exame de aptidão física, onde se observa se o aluno tem alguma dificuldade motora que possa prejudicar sua capacidade de dirigir o veículo e se possui uma visão relativamente boa para poder ter clareza da sinalização da pista.

Após aprovado nesses exames é realizado o exame teórico, com a aplicação de prova onde o aluno deve ter respondido corretamente 70% das questões.

E então se aprovado, é realizado o exame prático, onde um avaliador sem relação com o candidato é escolhido ao acaso (geralmente é de outra cidade). O candidato a habilitação deve fazer o que o avaliador lhe ordenar sem cometer erros graves, como deixar o carro apagar, ou correr no momento da rampa. O avaliador não pode dar dicas ou conselhos ao aluno.

Quanto custa para tirar a primeira habilitação em 2020?

O valor varia de um centro de formação para outro, mas existe um teto estipulado que não pode ser ultrapassado. No Rio Grande do Sul, devido a obrigatoriedade do simulador na categoria B, o teto pra a carteira A (motocicletas) é de R$ 2.026,26 e para categoria B (carro) é de R$ 2.359,02. Mas no restante do país o teto da categoria B fica próximo ao valor da carteira para moto, ou seja de R$ 2.000,00.

Avalie este artigo

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.